Doenças cardiovasculares podem aumentar no fim de ano

0
1098

Ansiedade e exageros na hora da alimentação são alguns dos principais vilões para a saúde do coração nessa época do ano

Nem todas as pessoas têm conhecimento, mas, ao final do ano, algumas doenças cardíacas podem se agravar devido ao estresse, ansiedade e hábitos alimentares. Excessos de comida e bebida alcoólica, gastos além da conta, stress, depressão e a obrigação de parecer feliz nas comemorações de Natal e Ano Novo podem estimular problemas de saúde.

O clínico geral e especialista em Cardiologia, Gilmar Reis, afirma que problemas cardíacos estão no topo das principais causas de morte do mundo. Cientistas consideram que suas causas são diversas. “Tabagismo, alimentação e sedentarismo, por exemplo, são componentes do estilo de vida que podem agravar a saúde, além de elementos de curto prazo, como estresse, esforço físico excessivo e exposição ao frio e à poluição”, explicou.

Fim de Ano

Exatamente por ser uma época em que as emoções estão à flor da pele, o mês de dezembro é um dos períodos em que a taxa de doenças cardiovasculares aumentam. “Muitas vezes, os exageros com a bebida alcoólica, aliados à alimentação que, nessa época do ano, é mais gordurosa, podem influenciar no aumento desses problemas. Além disso, a ansiedade provocada por esse momento também é um dos motivos”, acrescentou.

O especialista recomenda que a melhor forma de fugir de tais transtornos no fim de ano é através da prevenção e cuidados durante todo o ano. “Você pode comer e beber de tudo durante as festas. Nada está proibido, desde que seja com equilíbrio e responsabilidade. Principalmente, se você já tem alguma pré-disposição ou possui algum problema cardiovascular, os cuidados devem ser redobrados”.

Além disso, é importante manter os exames e a visita ao cardiologista em dia. “O profissional é o único que poderá orientar com certeza o que você precisa. Por isso, ele deve ser parte fundamental da sua vida. Principalmente, no fim de ano, um especialista poderá indicar os principais cuidados para cada perfil de paciente”.

Fonte: Dr. Gilmar Reis, clínico geral e especialista em cardiologia. É pesquisador e coordenador do curso de medicina da PUC-Minas, em Contagem (@dr_gilmarreis).

Artigo anteriorVarizes: como a alimentação pode auxiliar na prevenção?
Próximo artigoPadarias apostam em ceias de Natal sob encomenda para aumentar faturamento
[ Jornalista e Editor do portal do programa Momento Celebridades | TV Band Minas (em BH/MG)]. - Graduação: Jornalista (FESBH), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes) e Economista (UNIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Universidade Europeia Miguel de Cervantes/UEMC), Doutorado Prof. em Ciências Sociais e Políticas (USIP) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH). Apaixonado por música, colabora no "CulturalizaBH/Portal UAI" e na "TV Balcão" com a coluna "Crítica Musical" falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. É também apaixonado por Sociologia, tanto que de sua graduação em Ciências Sociais: Sociologia, se tornou colunista de Opinião & Comportamento do portal da "RedeTV!" e "Rondônia Digital" e desta coluna, nasceu o "E-book: Sociedade Conectada: a Influência da Internet no Cotidiano". Da Economia, área ao qual foi repórter e sub-editor, se tornou colunista no "Divulga Gerais" após sua graduação em Ciências Econômicas: Economia. É colaborador de Jornais/Portais de Notícias, Diretor do Grupo Conteúdo - Agência de Notícias - Sites e também editora e assina matérias em alguns jornais de Minas Gerais e do Brasil. A escrita é sua maior base e paixão no Jornalismo. [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here