Surto do Coronavírus preocupa pequenos empreendedores

0
1337

Confira dicas para enfrentar os desafios neste período de insegurança

O novo Coronavírus, que tem afetado diversas partes do mundo, já atinge a economia mundial. No Brasil, pequenos empreendedores sentem o impacto das consequências deixadas pelo Covid-19. Trata-se de um período difícil e que exige estratégias para impedir resultados mais graves e manter pequenos negócios ativos.

A empresária, influenciadora digital e co-idealizadora da Loja Colaborativa Amor de Mãe, Márcia Machado, afirma que esse é um momento decisivo para os empreendedores. Ela explica que, primeiramente, é fundamental evitar o pânico. “Muitas pessoas já estão desesperadas observando as vendas caírem. É claro que agora iremos viver um período de recessão econômica que vai afetar a todos. Porém, o desespero será o principal inimigo nessa fase. Esse é o momento de respirar fundo e traçar estratégias para conseguir sobreviver e se reerguer quando a situação voltar ao normal”, orienta.

Márcia concorda que a princípio os pequenos negócios irão vender menos. Mas, a chave para continuar funcionando é se reiventar. “Antigamente, em períodos críticos como esse, era mais difícil conseguir vencer. Hoje, entretanto, contamos com algo maravilhoso: a tecnologia. Esse é o momento perfeito para usar e abusar dela”, diz.

Plataformas digitais como aliadas

O Coronavírus é uma doença altamente contagiosa e que exige o cuidado de todos. Portanto, é hora de pensar no bem próprio e do próximo. Graças ao universo digital, os pequenos empreendedores podem continuar vendendo seus produtos sem dependerem de um espaço físico. “Claro que, em diversos casos, o número de vendas na loja física não se compara ao digital. Mas, no cenário atual, essa é uma ótima alternativa para manter o negócio funcionando e garantir o necessário mínimo para superar essa fase difícil. Você pode optar pelas redes sociais, aplicativos de venda, sites de compra coletiva e outros”, explica. “Também é essencial fazer tudo de forma organizada e segura. Escute as recomendações de higienização e prevenção dadas pelos especialistas da área. Assim, é possível continuar vendendo e preservar a saúde”, aponta.

Via de mão dupla

Se, por um lado, esse é um momento dos pequenos empreendedores pensarem em novas estratégias, por outro, esse também é um período fundamental para que a população passe a valorizar pequenos negócios.

Segundo Márcia, a ajuda de todos é essencial para a economia não entrar em colapso. “Precisamos nos conscientizar sobre a importância de valorizar o pequeno comércio. Sempre que puder, opte por comprar esses produtos e ajudar os pequenos empreendedores. Afinal, será uma época difícil para todos e, sem os pequenos negócios, a economia brasileira pode sofrer por muito mais tempo. Portanto, vamos comprar dos pequenos e ajudar os amigos e familiares empreendedores. Uma boa estratégia é ajudar a divulgar esse negócios sempre que possível. Afinal, a união faz a força”, completa.

Fonte: Márcia Machado, empresária, influenciadora digital e moderadora do Grupo Amor de Mãe BH. Casada, mãe de 2 filhos e boadrasta de 2 crianças.

Artigo anteriorCoronavírus: quarentena em casa exige cuidados com as pernas
Próximo artigoAssociação Mineira de Eventos e Entretenimento pede ajuda ao Governo de Minas
[ Jornalista e Editor do portal do programa Momento Celebridades | TV Band Minas (em BH/MG)]. Diretor do 'Grupo Conteúdo' - Agência de Notícias | Publicidade & Marketing Digital. _____________________________________________________________________________________________Gestor Adv. - "| FJ - Escritório de Assistência Jurídica - EAJ |". Membro da "Associação dos Advogados Empreendedores - (AAE-OAB) ______________________________________________________________________________________________ Jornalista (FESBH), Publicitário (Instituto P.E.D), Relações Públicas (UIB), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo (F.Polis das Artes), Economista (USIP), Bel. em Direito (UNIESP-BH/FACSAL) e Ms. em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC). Apaixonado por música, colabora com rádios e portais falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. "Minha paixão pela música me faz quase um pesquisador. Um amor que vem da adolescência" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here