É possível viver melhor com menos?

0
637

Consultor financeiro dá dicas para se organizar com menos dinheiro em meio a crise

A pandemia da Covid-19 tem causado diversos transtornos na sociedade. Além dos riscos para a saúde pública, a economia também sofre com as consequências do isolamento social e o fechamento de diversas empresas. Com isso, a população em geral precisa aprender a viver com menos para conseguir sobreviver durante e depois desta crise que afeta todos os segmentos atualmente.

Por conta disso, a preocupação em torno de diversas situações cresce a cada dia. Porém, ao contrário do que muita gente imagina, ao colocar em prática alguns hábitos, viver com menos pode ser uma tarefa menos complicada.

O consultor financeiro, Sílvio Azevedo, revela que o segredo está em se planejar corretamente e evitar o desespero. “Quando as pessoas percebem o seu dinheiro acabando, elas começam a se preocupar e os níveis de ansiedade sobem, pois não dá para saber como será o dia de amanhã, se será possível arcar com todas as dívidas e continuar sobrevivendo com o básico nos próximos meses”, comenta.

É nesse sentido que agir com calma é o principal método para se recuperar. “Muitas vezes, a ansiedade e o estresse fazem o indivíduo agir com impulso e os riscos de gastar ainda mais do que se deve aumentam, além das pessoas ficarem mais propícias a golpes financeiros que prometem alta rentabilidade em um curto espaço de tempo”, esclarece.

Dicas

Em meio a um período turbulento, agir com calma e planejamento pode ser mais difícil do que parece. Para facilitar esse hábito, Sílvio separou algumas dicas. Confira:

Defina o que é essencial: No meio da confusão, muitas coisas podem passar despercebidas. Desta forma, podem surgir gastos desnecessários e o que realmente importa fica prejudicado. Saiba estabelecer o que são os gastos essenciais e o que pode ser deixado para depois.

Defina suas metas e sonhos: nada melhor para motivar do que a conquista de objetivos. E para isso, é necessário estabelecer metas e fazer um planejamento. Em muitos casos, o dinheiro pode, até mesmo, ficar em segundo plano para alcançar a satisfação pessoal.

Economize: essa dica pode parecer óbvia para alguns, mas, na realidade, ela é mais difícil de colocar em prática. O segredo é entender que tudo precisa ser feito dentro orçamento. Portanto, vale pesquisar antes de gastar com algo que, provavelmente, será descartado depois.

Fonte: Sílvio Azevedo, administrador de empresas, com ampla experiência no setor bancário e consultoria, especialista em mercado e educação financeira. Membro do MDRT (Million Dollar Round Table). É diretor e fundador da AZV Investimentos (azvinvestimentos.com.br / Redes Sociais: @silviocazevedo).

Artigo anteriorBeto & Breno são surpreendidos pelo volume de doações durante live
Próximo artigoHome office: postura inadequada pode ser um vilão para a saúde
[ Jornalista e Editor do portal do programa Momento Celebridades | TV Band Minas (em BH/MG)]. ______________________________________________________________________________________________ Jornalista & Publicitário (FESBH), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes) e Economista (UNIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC), Doutorado (especialização profissional LIVRE) em Ciências Sociais Políticas (USIP) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH/FACSAL). Apaixonado por música, colabora com rádios e portais falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. "Minha paixão pela música me faz quase um pesquisador. Um amor que vem da adolescência" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here