Prática de atividade física em casa merece atenção

0
1176

Realizar exercícios de maneira incorreta pode ocasionar lesões e até mesmo problemas na postura irreversíveis.

No último ano, o funcionamento das academias, com orientação presencial de um profissional, teve o seu funcionamento alterado (oscilando entre fechar e abrir por algum período de tempo), devido ao isolamento social de combate a Covid-10. Diante disso, as pessoas têm praticado exercícios físicos em casa, o que é ótimo para manter a saúde em dia, entretanto, é preciso ter cuidado, pois, a execução errada pode trazer problemas para a coluna e postura. Manter por perto (mesmo que de forma online) um profissional, é imprescindível neste momento.

Muitas pessoas aderem às videoaulas pela internet, o que pode ser um perigo também. Otacílio DaMatta é ortopedista, ele orienta a, antes de iniciar algum exercício físico, procurar ajuda de um especialista. “Antes de realizar qualquer atividade física, é preciso passar por avaliação médica e ter um acompanhamento de um profissional seja, educador físico ou fisioterapeuta, dependendo do que a pessoa for praticar”.

O local onde serão realizadas as atividades precisa ser averiguado também para evitar acidentes. “Lugares com muitos móveis, como, mesa, cômoda, tapera e outros, devem ser evitados, pois, são propícios para acidentes. Além disso, o local não pode limitar seus movimentos “, orienta o profissional.

Recentemente, a OMS (Organização Mundial da Saúde) publicou as novas diretrizes globais de atividades físicas. De acordo com a OMS, sob a orientação e aprovação médica, o tempo ideal para um adulto realizar suas atividades físicas é de até 300 minutos por semana, sendo, até 1h00 por dia (num intervalo de 5 dias) ou 40 minutos por dia dentro de uma semana, ou seja, nos 7 dias consecutivos.

Os exercícios físicos, sob monitoramento de um profissional da saúde, podem trazer benefícios valiosos à saúde do nosso corpo e da nossa mente. Além de auxiliar na redução do peso e massa muscular (um dos motivos principais na procura pelas atividades), a prática ajuda na diminuição da glicose, prevenção a insuficiência cardíaca, condiciona a boa memória e concentração diária, melhora na qualidade de expectativa de vida (principalmente para os idosos), além de reduzir o índice de gordura no sangue.

Orientação profissional 

Todo exercício, inclusive alongamentos, devem ter o auxílio de um professor para serem feitos da maneira correta. Ademais, para adaptar as atividades, por conta da ausência dos equipamentos e aparelhos, não se recomenda escolher qualquer objeto para substituí-los e muito menos, treinar sozinho, sem ajuda de um profissional especializado.

Outrossim, precisamos estar atentos no que tange às consequências de se realizar exercícios físicos de forma imprudente. “Até quem está acostumado a praticar, deve ser orientado. Não é hora de aumentar intensidade e carga de treinos. Já a pessoa que ainda não tiver iniciado uma rotina de exercícios e desejar ativar o corpo, deve acionar a sua rede de contatos e procurar por alguém da área, entre amigos e familiares, que possa ajudar na elaboração de uma lista de atividades moderadas e na orientação de como realizá-las”, esclarece o ortopedista.

Para aqueles que têm problemas de coluna ou já tiveram algum tipo de lesão, o especialista alerta para o redobrar dos cuidados. “Consultar um ortopedista é ideal, pois, ele vai saber indicar qual a atividade física mais indicada para o paciente e qual especialista pode dar um suporte para a execução correta dos movimentos”, elucida o médico.

Fonte: Octacílio da Matta Lopes Junior, ortopedista e especialista em joelho na clínica DaMatta.

Foto: Internet
Artigo anteriorGrupo Menos é Mais lança ‘Pagando Mal com Mal’ nas rádios de todo o país
Próximo artigoDigital Influencer “Vini Murta” incentiva pessoas a saírem da zona de conforto através do projeto “Decida Viver”
■ Jornalismo: (Apoio) ______________________________________________________________________ ■ Publicidade & Divulgação de Notícias MKT: Diretor [ Grupo Conteúdo (GC) ] ______________________________________________________________________ ■ Advocacia: Gestor Adv. [ FJB Advocacia - Assistência Jurídica & Empresarial / Digital ] - "Associação dos Advogados Empreendedores - (AAE/OAB)". ______________________________________________________________________ ■ Canal 'Crítica Musical' com Felipe de Jesus (YouTube): https://www.youtube.com/channel/UCIWDiTUL9F-xlKwov43B5nQ ______________________________________________________________________ ■ Graduado: Apaixonado pela área acadêmica, Felipe de Jesus é Jornalista (FESBH), Publicitário (IPSP), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes), Economista (UNIP) & Advogado (FACSAL). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC) e atualmente cursa Engenharia de Telecomunicações & TV (F.Nossa Senhora Aparecida / EAD). ______________________________________________________________________ Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here