Cada centavo importa

0
2951

Imagem: Túlio Lessa_Ecobonuz – Cred. Divulgação Ecobonuz. 

Estratégias simples, como colocar os gastos no papel, “pechinchar”, escolher a melhor forma de pagamento e aderir a programas de fidelidade, podem salvar o orçamento pessoal em 2021

Todo início de ano é a mesma coisa. Além das contas habituais, chegam os impostos, compra de material escolar, parcelamentos remanescentes de compras anteriores e outras despesas que pesam o orçamento das famílias. Após um ano em que a maior parte dos brasileiros teve sua renda impactada de alguma forma, seja por demissões, suspensão do contrato de trabalho ou queda no consumo de produtos e serviços, a organização e o planejamento financeiro se tornaram a principal meta para 2021. E é preciso começar agora!

O consultor e educador financeiro Sílvio Azevedo acredita que o primeiro grande passo para assumir o controle do seu orçamento está na mudança de mentalidade. “É preciso conhecer seus ganhos e gastos, ter eles registrados e acompanhar periodicamente. Em caso de dívidas ou de não conseguir arcar com todas as despesas daquele mês, devemos analisar com cautela todas as possibilidades, avaliar a incidência de juros e a possibilidade de renegociação. Depois disso, estabelecer prioridades de pagamento”, afirma.

A gestão financeira é um desafio para boa parte dos brasileiros, que, na maioria das vezes, não receberam a preparação adequada para desenvolver esse olhar analítico. “Parece algo simples, mas, muitas pessoas, não conseguem manter essa organização e acabam se sabotando. Por isso, é tão importante buscar informações e ajuda especializada para não perder o controle e se ver envolvido na famosa bola de neve, que não tem fim”, alerta o consultor, destacando que “se você está a caminho do vermelho deve priorizar o pagamento à vista e abandonar os cartões por, pelo menos, 90 dias”.

Para ajudar nesse processo, Sílvio elencou algumas dicas valiosas. “Em primeiro lugar, é preciso racionalizar o momento do consumo, fazendo duas perguntas simples: Essa compra é necessária? Me planejei para ela? Se a resposta for “não” para os dois questionamentos ou para um deles é preciso repensar. As pessoas costumam comprar por impulso e não escolhem a melhor forma de pagamento. O cartão de crédito pode ser um vilão, quando não usado com consciência, pois, muitas vezes, acumula vários parcelamentos pequenos e tem juros altíssimos. Enquanto, o pagamento à vista pode te dar margem para a negociação de descontos, gerando de fato economia”, explica.

Outra medida simples que pode fazer a diferença no fim do mês é aderir a programas de fidelidade, atrelados aos seus hábitos de compra. “Esses programas são sucesso no exterior e vêm ganhando popularidade no Brasil, pois agregam vantagens ao comportamento de compra do consumidor, sem que ele gaste mais com isso. Se usados de maneira estratégica podem funcionar como uma solução de inteligência financeira para otimizar o seu orçamento”, orienta Sílvio, mencionando que existem diversos programas do tipo no país e que podem facilmente ser integrados à rotina das famílias, desde os mais tradicionais de companhias aéreas e cartões de crédito, até os de supermercados e transporte coletivo.

É o que fez o promotor de vendas, Tiago Dias, de 35 anos. Antenado em programas de fidelidade – utiliza pelo menos quatro -, Tiago não pensa duas vezes quando o assunto é acumular pontos. Atualmente, seu maior engajamento está associado ao Ecobonuz, programa de benefícios que “gamefica” a experiência dos usuários do transporte público e distribui moedas virtuais (EBZ), que podem ser trocadas por mais de 300 benefícios. “Me cadastrei no programa assim que o conheci, no meio do ano passado. Utilizo o ônibus diariamente para ir ao trabalho e esse custo já faz parte do meu orçamento pessoal. Cumprindo os desafios já consegui resgatar quatro benefícios, que foram utilizados no pagamento de contas”, afirma, destacando que o valor economizado é sempre convertido em itens e experiências de valorização pessoal, como um prato especial de algum restaurante ou lazer no fim de semana.

Em seis meses, Tiago acumulou mais de 8 mil EBZs aproveitando todas as oportunidades que a plataforma oferece. “Fico antenado diariamente ao meu saldo e aos desafios divulgados, buscando as melhores oportunidades. Já utilizei inclusive os descontos de compra online. Acredito que trabalhamos muito e precisamos aproveitar todos os incentivos oferecidos por esses programas para aliviar as contas e adquirir nossos objetos de desejo”, conta.

Mercado em expansão

Dados da ABEMF (Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização) mostram que nem mesmo a pandemia impactou o desenvolvimento desse mercado. Só no terceiro trimestre de 2020, entre julho e setembro, foram acumulados 55,2 bilhões de pontos/milhas no país, um crescimento de 31,6% na comparação com os três meses anteriores. O percentual de resgates no período também subiu 60%, somando 41,4 bilhões.

No ano passado, a startup mineira Ecobonuz – responsável pelo programa de mesmo nome, que abrange linhas do transporte coletivo urbano e rodoviário no país, além de empresas do varejo – teve um incremento de 60% no número de usuários, frente a 2019, e distribuiu mais de 41 milhões de pontos – um crescimento de 57,7% na comparação com o ano anterior. “Vivemos um cenário desafiador no setor e o fato de trabalharmos com games personalizados e alinhados ao comportamento de consumo dos usuários permitiu que a dinâmica do programa continuasse atrativa e que as trocas pudessem ajudar o orçamento das famílias”, afirma Túlio Lessa, CEO da Ecobonuz, destacando que entre as preferências de resgates estão o pagamento de contas e as recargas de celular e do cartão de passagem.

A última edição da pesquisa Panorama da Participação em Programas de Fidelidade, divulgada no ano passado pela Tudo Sobre Investimentos (TSI), estimava que cerca de 65% dos brasileiros estavam cadastrados em algum programa de benefícios e a maior parte deles (68,8%) interagia em até três.

Sobre a Ecobonuz

A Ecobonuz é uma startup mineira, pertencente ao Grupo Ipê, que desenvolveu o primeiro programa de fidelidade do Brasil para usuários do transporte coletivo urbano e rodoviário. A solução inovadora tem o propósito de incentivar a opção pela modalidade e transformar a experiência do cliente, por meio de um game virtual que distribui benefícios aos usuários engajados com o serviço, sem que eles gastem nada a mais com isso.

A plataforma se diferencia por oferecer uma coalizão do transporte coletivo com mais de 300 grandes redes do varejo e de serviços, com abrangência nacional, além de um sistema de inteligência de dados que pode apoiar as empresas e os municípios na gestão da mobilidade urbana. A Ecobonuz já está presente nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul e Pernambuco, inclusive em linhas do transporte público nas cidades de Belo Horizonte (BHTrans), Contagem (Ótimo), Sabará (Vinscol) e Nova Lima (Via Ouro). Saiba mais em: https://www.ecobonuz.com 

Artigo anteriorExiste mesmo o melhor nicho para empreender?
Próximo artigoCartão de crédito: devo ou não usar?
[ Jornalista e Editor do portal do programa Momento Celebridades | TV Band Minas (em BH/MG)]. Diretor do 'Grupo Conteúdo' - Agência de Notícias | Publicidade & Marketing Digital. _____________________________________________________________________________________________Gestor Adv. - "| FJ - Escritório de Assistência Jurídica - EAJ |". Membro da "Associação dos Advogados Empreendedores - (AAE-OAB) ______________________________________________________________________________________________ Jornalista (FESBH), Publicitário (Instituto P.E.D), Relações Públicas (UIB), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo (F.Polis das Artes), Economista (USIP), Bel. em Direito (UNIESP-BH/FACSAL) e Ms. em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC). Apaixonado por música, colabora com rádios e portais falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. "Minha paixão pela música me faz quase um pesquisador. Um amor que vem da adolescência" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here