Como lidar com a sexualidade após a maternidade

0
49

Especialista alerta sobre a importância de cada mulher respeitar seu tempo

 

Um assunto que ainda é considerado tabu, mas precisa ser abordado de forma clara, é a sexualidade após a maternidade. Em geral, o puerpério, período que o corpo precisa para se recuperar das mudanças ocasionadas pela gravidez, dura de 30 a 40 dias. “Se tudo transcorrer sem complicações, a mulher pode  retomar as atividades sexuais. Porém, essa retomada não  envolve somente questões físicas, mas também emocionais”, explica a psicóloga e sexóloga, Sônia Eustáquia.

Voltar a vida sexual, como era antes da maternidade, pode levar alguns meses. É importante respeitar cada tempo, sem estresse, conversar abertamente com o seu parceiro e buscar ajuda médica e terapêutica quando necessário. “Como na fase de namoro, a conquista e o romantismo tem que fazer parte do dia a dia do casal. Pequenos gestos de carinho e afeto podem ser a chave para reacender a libido”, acrescenta.

Outro ponto ideal para reconquistar a intimidade do casal é a privacidade. “Deixar o bebê sob os cuidados de alguém para que o casal possa sair sozinho, ainda que por um curto espaço de tempo nos primeiros meses após o nascimento, pode contribuir para a relação”, afirma Sônia.

Na prática

É importante se relacionar sem precisar corresponder às expectativas românticas ou reprodutivas. “Entenda que você tem desejos, fantasias e vontade de gozar, sem ficar lembrando o tempo todo que não importa o que os outros pensam”, conta.

A sexóloga dá a dica de separar um tempo  para o lazer, promover a descontração e relaxar em meio ao estresse. “Um dia de casal, com um vinho, assistir televisão juntos, ter uma conversa relaxante, são ótimas formas de passar o dia, sem preocupações,  se desligando um pouco dos problemas e aproveitando cada momento”, propõe.

 

Fontes: Sônia Eustáquia é graduada em Psicologia, Psicanalista, pós-graduada em Neuropsicologia, Sexualidade Humana e Docência do Ensino Superior, a psicóloga Sônia Eustáquia atende em Belo Horizonte promovendo saúde e qualidade de vida aos seus pacientes. Tem formação em Terapia Ericksoniana, especializada no Atendimento Breve individual e de casais, colunista em Revistas e Rádios, professora e palestrante.

Foto: Divulgação