Dia dos Pais: o que muda na vida do homem ao se tornar pai?

0
2946

Especialista explica como funciona o relógio biológico masculino em relação à paternidade

De acordo com um estudo realizado na Austrália, entre a quarta e a sexta semana após o homem receber a notícia que vai ter um filho ele passa pelo ápice de suas preocupações. O homem passa por transformações físicas e psicológicas, e é despertado uma maior produção de ocitocina em seu organismo, o “hormônio do amor”, que fortalece o vínculo entre o pai e o bebê.

Segundo Sônia Eustáquia, psicóloga e sexóloga, o homem tem um chamado para ser pai ligado a racionalidade e a condição de formar uma família como um símbolo de conquista. “Do ponto de vista fisiológico, todo rapaz aos 20 anos está preparado para ser pai. De forma racional, os jovens preferem se preparar melhor para essa condição “, concluiu.

A gravidez e o nascimento

Após a chegada da criança, a preocupação do pai gira em torno da relação entre o casal, o trabalho e o sexo. A especialista fala que em muitos casos, pai e mãe passam a viver para criança e deixam de lado o papel de homem e mulher. ”Uma dica é que os homens insistam para manter a atividade sexual, uma vez que para eles isso é mais fácil, simplesmente porque a gravidez e o parto acontecem especificamente no corpo da mulher”, afirmou.

É muito importante que o pai participe do período da gravidez. Segundo Sônia Eustáquia, em nossa cultura ainda existe a ideia de que os homens não devem se envolver muito com a gestação. “É importante apoiar a mulher nesse momento em que ela tende a estar mais sensível e passando por desconfortos físicos, tensões emocionais advindas dos desafios da gestação aliados às outras demandas da vida”, acrescentou.

Antes de ter filhos

Além disso, é necessário que o homem reflita antes de pensar na possibilidade de ter filhos. Quando os seus sentimentos dizem mais sobre si mesmo do que sobre uma criança, talvez um filho não seja necessariamente a resposta. “Não dá para fazer tudo junto; os inúmeros encontros com os amigos de futebol e cerveja e cuidar de crianças, é importante lembrar que terá que conciliar. Isso significa abrir mão pelo menos da metade desse tempo com a diversão”, afirmou a especialista.

Ela ainda recomenda que o casal aproveite o momento antes de ter um filho para dar prioridade em outros objetivos. ”Caso o casal tenha muitas coisas a fazer, como viajar, reformar a casa ou começar um negócio juntos, espere um pouco até o clima de o relacionamento ficar mais sossegado”, complementou.

Fonte: Sônia Eustáquia da Fonseca, psicóloga clínica, psicanalista e sexóloga (www.soniaeustaquia.com.br).

Artigo anteriorDilsinho, Sorriso Maroto e Pixote confirmam shows em BH
Próximo artigoA importância do shampoo: Como escolher o produto correto?
■ Jornalismo: (Apoio) ______________________________________________________________________ ■ Publicidade & Divulgação de Notícias MKT: Diretor [ Grupo Conteúdo (GC) ] ______________________________________________________________________ ■ Advocacia: Gestor Adv. [ FJB Advocacia - Assistência Jurídica & Empresarial / Digital ] - "Associação dos Advogados Empreendedores - (AAE/OAB)". ______________________________________________________________________ ■ Canal 'Crítica Musical' com Felipe de Jesus (YouTube): https://www.youtube.com/channel/UCIWDiTUL9F-xlKwov43B5nQ ______________________________________________________________________ ■ Graduado: Apaixonado pela área acadêmica, Felipe de Jesus é Jornalista (FESBH), Publicitário (IPSP), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes), Economista (UNIP) & Advogado (FACSAL). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC) e atualmente cursa Engenharia de Telecomunicações & TV (F.Nossa Senhora Aparecida / EAD). ______________________________________________________________________ Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here