Busca por empréstimo aumenta no período de crise

0
337

Segundo pesquisa da empresa Access, o número de empréstimos aumentou 20% durante a crise de 2016; confira dicas para não se complicar com as finanças

Após o surto mundial do novo Coronavírus, umas das principais preocupações dos brasileiros é com a economia, já que a necessidade de quarentena irá refletir nos ganhos de todas as empresas. Assim, semelhante ao que aconteceu em outros momentos de crise, a tendência é que muita gente procure pelo empréstimo financeiro para pagar contas e sobreviver. Porém, quando realizado de maneira inadequada, essa escolha pode piorar a situação de quem já está passando por um momento difícil.

Sobre a crise que virá após o final da pandemia da Covid-19, ainda não é possível estimar a proporção exata. Porém, de acordo com um estudo realizado pela empresa gestora de documentos e informações Access, durante a crise econômica que acometeu o Brasil em 2015/2016, o número de empréstimos cresceu 20% no país. Esse dado revela uma projeção já comentada por especialistas da área: em época de crise, a busca por empresas de soluções financeiras cresce.

Planejamento

Segundo Douglas Andrade, gerente de rede de franquias Empresta Bem Melhor, quem vai buscar essa alternativa precisa pesar os prós e os contras. “Em um período como esse não podemos agir por impulso. O recomendado é optar pelo empréstimo assim que tiver colocado todas as suas contas no papel. Afinal, sem um planejamento, o efeito pode ser contrário. Então, anote tudo e veja quanto realmente será necessário pegar emprestado. Lembrando que o ideal é pegar o que você precisa e não extrapolar sem necessidade”, orienta.

Cuidados

Além de planejamento, Douglas esclarece que também é necessário ter cautela e analisar as condições oferecidas para o empréstimo. “Pesquise muito e não opte pela primeira alternativa que aparecer sem conhecer o local e as condições oferecidas. Depois, olhe o seu planejamento inicial e veja se as suas expectativas realmente serão atendidas. Outra precaução básica é tomar cuidado com empréstimos online, por exemplo. Essa prática já tem dado dor de cabeça em muita gente por facilitar a aplicação de golpes”, orienta. Ele também ressalta a importância de se atentar a taxa de juros e ao custo efetivo total do empréstimo.

Oportunidade

Durante uma crise, especialistas indicam que a melhor opção é criar novas oportunidades para passar por tal momento conturbado. Nesse sentido, uma excelente opção pode ser empreender e auxiliar outras pessoas a retomarem seus sonhos. Por ser um mercado que foi na contramão da crise econômica, o franchising se classifica como uma boa alternativa. “A dica é fazer um planejamento. Coloque tudo no papel, faça estratégias e conheça suas opções para definir o melhor caminho para passar por essa fase”, finaliza.

Empresta Bem Melhor

Especializada em soluções financeiras, a Empresta Bem Melhor é uma rede de franquias presente em 8 estados, além do Distrito Federal. Seu objetivo é prestar serviços financeiros de forma segura e transparente para superar as expectativas dos clientes, parceiros e colaboradores, com lucratividade.

Para conhecer mais, acesse: franquiaempresta.com.br

Fonte: Douglas Andrade, gerente da rede de franquias Empresta Bem Melhor. Formado em Ciência Contábeis, com MBA em gestão estratégica de negócios e Pós Graduação em gerenciamento de projetos (franquiaempresta.com.br).

Artigo anteriorDia Mundial de Conscientização do Autismo: luta contra o preconceito persiste e a inclusão social é desafio
Próximo artigoCulturadoria lança curso Divulgação de Negócios Criativos
[ Jornalista e Editor do portal do programa Momento Celebridades | TV Band Minas (em BH/MG)]. - Graduação: Jornalista (FESBH), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes) e Economista (UNIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Universidade Europeia Miguel de Cervantes/UEMC), Doutorado Prof. em Ciências Sociais e Políticas (USIP) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH). Apaixonado por música, colabora no "CulturalizaBH/Portal UAI" e na "TV Balcão" com a coluna "Crítica Musical" falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. É também apaixonado por Sociologia, tanto que de sua graduação em Ciências Sociais: Sociologia, se tornou colunista de Opinião & Comportamento do portal da "RedeTV!" e "Rondônia Digital" e desta coluna, nasceu o "E-book: Sociedade Conectada: a Influência da Internet no Cotidiano". Da Economia, área ao qual foi repórter e sub-editor, se tornou colunista no "Divulga Gerais" após sua graduação em Ciências Econômicas: Economia. É colaborador de Jornais/Portais de Notícias, Diretor do Grupo Conteúdo - Agência de Notícias - Sites e também editora e assina matérias em alguns jornais de Minas Gerais e do Brasil. A escrita é sua maior base e paixão no Jornalismo. [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here