Padarias apostam em ceias de Natal sob encomenda para aumentar faturamento

0
1509

Segundo a Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amipão), o mercado de comidas prontas é o que mais cresce dentro  do setor

A chegada das festas de fim de ano nos lembra mesa farta e comidas típicas que ajudam a compor o clima da época. Entretanto, alguns pratos demandam tempo e verdadeira vocação para cozinhar. Por isso, as padarias aproveitam a demanda do consumidor, que não quer abrir mão do sabor e da sofisticação, para oferecer cardápios variados de ceias, com entradas, pratos principais e sobremesas, a preços variados.

O presidente da Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amipão), Vinicius Dantas, está otimista com a consolidação da tendência. “O mercado de comidas prontas é o que mais cresce no setor. Afinal, o produto finalizado é mais barato e está aliado a praticidade.”

Na padaria Trigopane, com lojas no Buritis e no Sion, por exemplo, é possível encomendar a ceia completa ou apenas a carne assada. De acordo com o gerente de marketing, Igor Silva, em 2018 a padaria atendeu mais de 500 famílias e a expectativa até o Natal aponta para o crescimento. “Até o momento as encomendas estão dentro da média do ano passado. Porém, entre os dias 15 e 20 de dezembro há um grande aumento no número de pedidos. Em um único dia pode-se ter 100 pedidos realizados”, explica.

Segundo ele, os preços variam de acordo com o tipo de prato e o item mais pedido é o pernil inteiro com osso, comercializado a R$ 48,90 o quilo. Outro campeão de vendas é o bacalhau grelhado, vendido por R$89,90 o quilo. “Oferecemos oito opções de proteínas para atender a todos os gostos. Para 2019, foi desenvolvida uma parceria com a Sadia. A Chef Clarice Bertolini, junto aos chefs da Trigopane, desenvolveram receitas novas e especiais para o natal de 2019”,  destaca.

Já a padaria Vianney, localizada no bairro Funcionários, espera vender 30% a mais que o Natal do ano passado. A gerente de marketing do estabelecimento, Lucilaine Silva, acredita que o aumento se deve a implementação do comércio online. “Agora tudo ficou mais acessível, pois fizemos um ano que aceitamos encomendas pelo e-commerce, ou seja, o cliente tem acesso os nossos produtos de qualquer lugar”, conta.

Dantas acredita que o sucesso de vendas da Trigopane e da Vianney reforçam a necessidade de diversificar o modelo de negócio para manter em alta os resultados do segmento e fidelizar o cliente. “A padaria hoje presta vários serviços. No mesmo lugar é possível encontrar o café da manhã, o almoço e o jantar. Com tantas possibilidades, as vendas do natal seguem como a grande chance dos empresários de aquecer os negócios”, garante.

Criatividade

O presidente da entidade lembra que o segmento da confeitaria é outra oportunidade para se diferenciar e aumentar os lucros. “A sobremesa é o que encerra a ceia em grande estilo. E a padaria já faz muito bem pudins, tortas e panetones. Por isso, os estabelecimentos precisam aproveitar o período e caprichar em embalagens diferenciadas para atrair o cliente, explica.

 É o caso da Padaria Empório Boutique dos Pães, localizada em Contagem, que apostou na criatividade para repaginar produtos comuns e deixá-los com a cara do Natal. Ideais na composição da decoração da mesa durante a ceia, o triunfo pode ajudar anfitriões a fazer sucesso entre familiares e amigos. “São elementos criativos que atraem o cliente e são diferenciais. Hoje, são os itens mais procurados da nossa padaria. Os de maior sucesso são os: panetones, salgados e tortas (doces e salgadas), com preços que variam de R$ 5,98 a unidade (panetone de frutas – 450g) a R$ 41,99 o quilo (tortas doces)”, garante Joaquim Ferreira, gerente do estabelecimento.

Artigo anteriorDoenças cardiovasculares podem aumentar no fim de ano
Próximo artigoCrítica Musical | Duran Duran: “Notorious” faz 33 anos sendo “até hoje” um álbum indispensável para os amantes do Pop
[ Jornalista e Editor do portal do programa Momento Celebridades | TV Band Minas (em BH/MG)]. - Graduação: Jornalista (FESBH), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes) e Economista (UNIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Universidade Europeia Miguel de Cervantes/UEMC), Doutorado Prof. em Ciências Sociais e Políticas (USIP) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH). Apaixonado por música, colabora no "CulturalizaBH/Portal UAI" e na "TV Balcão" com a coluna "Crítica Musical" falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. É também apaixonado por Sociologia, tanto que de sua graduação em Ciências Sociais: Sociologia, se tornou colunista de Opinião & Comportamento do portal da "RedeTV!" e "Rondônia Digital" e desta coluna, nasceu o "E-book: Sociedade Conectada: a Influência da Internet no Cotidiano". Da Economia, área ao qual foi repórter e sub-editor, se tornou colunista no "Divulga Gerais" após sua graduação em Ciências Econômicas: Economia. É colaborador de Jornais/Portais de Notícias, Diretor do Grupo Conteúdo - Agência de Notícias - Sites e também editora e assina matérias em alguns jornais de Minas Gerais e do Brasil. A escrita é sua maior base e paixão no Jornalismo. [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here